sábado, 31 de março de 2012

5 semanas depois

Ao quadragésimo dia, o tempo começa a contar ao contrário. Já não se contam os dias que passaram mas, sim, os que faltam. E ao ver que são tão poucos, não se consegue evitar aquele frio na barriga... 

4 comentários:

VdeAlmeida disse...

É como quando a gente chega aos quarenta. Nunca perdoei a quem inventou os calendários e o seu conceito

Iceberg disse...

Mas os quarenta não são os novos trinta?

VdeAlmeida disse...

Em certo aspecto, até podem ser, mas o corpinho não quer saber nada disso :)

Iceberg disse...

V, há corpos que aos 20 já estão estragadinhos. Um corpo, desde que amado, tem sempre o sabor da juventude. O vigor pode ser mais lento, mas também já aprendemos que as coisas que valem a pena não se querem à pressa.