terça-feira, 2 de julho de 2013

Enquanto uns trabalham, deixa-me cá aproveitar para registar umas cenas de que não me quero esquecer

Um dia, chego da fisicoterapia (como era designada por uns e outros chez moi) e informo, toda feliz, Picolé de que naquele dia até tinha conseguido jogar à bola (entenda-se: atirar e apanhar a bola com o braço lesionado).

Ele põe aquele ar desaprovador que lhe é peculiar sempre que acha que sua mamãe está fazendo disparates, estica-me seu já não tão pequeno dedo indicador e diz:

- Acho muito mal. Tu vais para lá é para pores o braço bom, não é para andares a jogar futebol, mãe!

 

 

1 comentário:

Menino De Sua Mãe disse...

ahahahahahahahahahahahahahah!

lá está, depois queixam-se que não melhoram! ;)