quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Obrigada, Universo!

Eu podia falar da crise. Do ordenado que não devo receber este mês. Da Troika e do OE 2012.
 
Mas não me apetece. Prefiro muito mais sorrir de contentamento de tudo o que tenho nesta fase da vida. Talvez se eu sorrir e me sentir agradecida por tudo o que tenho em vez de lastimar o que não tenho ou posso vir a deixar de ter, o Universo me recompense. Se não me trouxer mais nada além do que tenho, pois que não faz mal. Está de bom tamanho. As coisitas que faltam, a malta vai-se desenrascando.
 
"Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

3 comentários:

Numenor disse...

Sem certeza de ordenado... não guardes todas.. guarda uma e vende o resto. Ou tem que ser um grande castelo?

Sérgio disse...

É difícil mas efetivamente devíamos agradecer mais aquilo que temos e reclamarmos menos daquilo que não temos.
A energia gasta com as lamentações pode faltar para aproveitar as as coisas a que realmente devemos dar importância (saúde, amigos, famlia, amor).
E sim. Falar é fácil.

Numenor disse...

Tão querido o Sérgio...

vês? É isso mesmo...


;-)