quarta-feira, 6 de julho de 2011

Confissões de uma mente que deve estar mesmo mesmo mesmo demente

[Com metade da blogosfera a anunciar gravidezes, tenho que confessar que tenho uma certa vontadinha. Vá... Uma vontade. Há que dizê-lo com frontalidade: tenho saudades de ter um ser pequenino dentro de mim que depois me cabe nos braços e arrulha e cujos os pés cabem na minha mão fechada. Tenho... O que querem que faça? Tenho saudades das sestas de verão com um bebé em cima do meu peito. Tenho saudades do cheiro, das roupas, da descoberta... Até podiam ser os tais dos gémeos, pá... E agora vou ali beber um sumo de laranja e tomar uma aspirina a ver se me passa.]

Sem comentários: